• Youtube

‘Sim, eu posso!’ diminui índice de analfabetismo em Santana do Maranhão e Itaipava do Grajaú

WhatsApp Image 2017-02-08 at 15.14.08 (1).1“Quando eu era jovem estudei ‘três mês’. Eu chorava e meu pai não deixava. E fui trabalhar de roça. Me casei fui prosperar família e não pude mais estudar. Hoje, estou estudando e me sinto que renovei, porque o ‘Sim, eu posso!’ ensinou muitas coisas que eu não sabia e hoje eu sei. A emoção de escrever o meu nome pela primeira vez foi que eu renasci, porque eu escrevia tudo errado, não conhecia bem ‘as letra’. O ‘Sim, eu posso!’ me ensinou muitas coisas”. O relato cheio de emoção e entusiasmo é de dona Paulina Pereira da Silva, de 74 anos de idade, que está escrevendo uma nova história de vida.

Ela está entre os 750 alunos do ‘Sim, eu posso!’, em Santana do Maranhão, que nesta quarta-feira (8) receberam o certificado de alfabetizados pelo programa no estado. Santana do Maranhão, no leste do estado, é um dos oito municípios com menor IDH, que foram beneficiados com o programa. O município que tem mais de 11 mil habitantes tinha um índice elevado de analfabetismo, onde 2.630 moradores, com idade acima de 15 anos, conviviam com a condição de não saber ler nem escrever.

O ‘Sim, eu posso!’ reduziu 28,5% o número de analfabetos no município, em apenas oito meses de programa. Para o subsecretário de Estado da Educação, Danilo Moreira, que participou da entrega de certificados, foi um salto muito importante rumo à erradicação do analfabetismo em Santana do Maranhão. “Para o governo Flávio Dino é uma imensa alegria poder oferecer educação aos cidadãos maranhenses que passaram a vida inteira com esse direito negado. Ter acesso às primeiras letras, saber ler e escrever traz uma mudança profunda na vida destas pessoas, levando à descoberta de um novo mundo. Cada cidadão e cidadã que saiu da triste estatística do analfabetismo é uma vitória. Isso é mais dignidade e mais cidadania para o povo desta terra. Isto nos impulsiona a fazer parte deste governo”, pontuou Danilo.

Em Santana do Maranhão o projeto envolveu 10 coordenadores de polo e 92 educadores. O investimento do governo para garantir o acesso destas pessoas à alfabetização, no município, foi de mais de R$ 1 milhão.WhatsApp Image 2017-02-08 at 12.40.34

Durante todo o dia foram realizadas várias atividades, como o seminário de avaliação da jornada pedagógica, relatos de experiência e exposição dos trabalhos realizados pelos alunos durante o ciclo de cultura. Um dos momentos mais emocionantes foi quando os alunos de cada um dos 10 núcleos foram chamados para escrever seus nomes na bandeira do Município.

‘Seu’ Silva Marreiro, de 69 anos, que foi alfabetizado por sua esposa, descreveu o tamanho de sua emoção. “Não tive oportunidade quando garotinho, e, agora, com 69 anos, eu ‘tô’ no projeto ‘Sim, eu posso!’. Pra mim é uma vantagem muito grande. Aquele nome que eu não sabia escrever, hoje eu sei. Certo ou errado, tá lá no papel”, falou seu Silva, entusiasmado porque vai representar a turma dele no seminário final em São Luís.

Foi um momento para conhecer e reconhecer a solidariedade de coordenadores e educadores, e o esforço e a determinação de cada aprendiz da arte de ler e escrever. “Eu só sabia fazer meu nome, que eu aprendi no Mobral, quando eu tinha 25 anos, mas aí eu parei. Hoje, eu já sei mais que escrever o meu nome. O ‘Sim, eu posso!’ me ensinou ler muitas palavra e ajuntar as palavra pra fazer as frases. ECIG_IMG002u ia toda noite, e agora ‘tô’ muito feliz de ter aprendido”, disse dona Maria Rosa da Silva Araújo, de 64 anos.

A secretária-adjunta de Promoção de IDH, Loroana Santana, ressalta que a jornada pela alfabetização é uma das inúmeras ações que são desenvolvidas dentro do Plano Mais IDH, com o objetivo de melhorar o índice nos municípios que integram o plano. “Hoje nós temos várias ações sendo realizadas por meio do plano Mais IDH, em diversos municípios maranhenses. Isso demonstra o compromisso do governo do estado com os direitos básicos do cidadão, pois para o governador Flávio Dino a nossa gente é prioridade. E vamos trabalhar para que tenhamos avanço, melhorando nosso IDH”, ressaltou a secretária Adjunta de promoção de IDH, Loroana Santana.

Itaipava do Grajaú

Com uma população total de 3.073 pessoas não alfabetizadas, em Itaipava do Grajaú o ‘Sim, eu posso!’ conseguiu reduzir quase 20% o número de analfabetismo no município.

WhatsApp Image 2017-02-08 at 18.27.33 (1)Por lá o dia também foi de muita emoção e enorme felicidade para 535 formandos que receberam a certificação como pessoas alfabetizadas. Pela manhã, as equipes fizeram balanço sobre o programa, envolvendo alfabetizadores, alunos e coordenadores envolvidos. No município, o ‘Sim, eu posso!’ chegou em 20 povoados, além da sede da cidade, e envolveu 77 turmas na região.

Dona Joana Oliveira, de 65 anos, admite que já havia participado de outros programas de alfabetização, mas não conseguiu ser alfabetizada por eles. Agora, ela conta feliz que já sabe ler e escrever. “Foi muito boa a minha participação, porque eu consigo escrever meu nome, conhecer o alfabeto todinho. Conheço as letras, escrevo uma carta pequena”, disse.

“Pra mim como alfabetizadora foi uma experiência muito importante. Nunca tinha participado de um trabalho com alfabetizadora e gostei muito. Achava que não daria conta, mas consegui. Com todo esforço nosso, muitos tiveram um bom desempenho. Trazer esse programa para Itaipava foi algo muito bom”, declarou Erisnalva Trindade Salazar, alfabetizadora do ‘Sim, eu posso!’ no povoado Jatobá, em Itaipava do Grajaú.

Em Itaipava, o secretário Adjunto de Projetos Especiais da Seduc, Ismael Cardoso, participou da formatura representando o Secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão e o Governador Flávio Dino.

Fonte: Seduc

Contatos

contatos

Endereço: Av. Jerônimo de Albuquerque, S/N, 2º Andar, Bloco A, Edifício Clodomir Milet,

Calhau- São -Luís/MA. CEP: 65051-000

Telefone: (98) 3198-5000

Localização

localização

Click to open larger map

Endereço: Av. Jerônimo de Albuquerque, S/N, 2º Andar, Bloco A, Edifício Clodomir Milet, Calhau- São -Luís/MA. CEP: 65051-000.